tweets
Olhos Livres em Brasília!

 A Mostra do Filme Livre homenageia o grande Carlão Reichenbad com a exibição de filmes!

CCBB São Paulo
Cinema - 11/05 - 19h

CCBB Brasília
Cinema - 22/05 - 18h

 

"Carlos Oscar Reichenbach Filho já foi chamado de o cineasta mais pretensioso da Boca do Lixo. Na verdade, Carlão foi um socialista utópico, como se autodefinia, e um grande provocador, não se deixando levar por tendênciasou engajamentos superficiais. Misturou a chamada pornochanchada" ou o Cinema de Invenção, como Jairo Ferreira preferia chamar o gênero surgido do grupo da São Luiz, com suas convicções políticas e experimentações estéticas. Ele, influenciado tanto pelo cinema oriental quanto por Candeias e Mojica, dentre outros colegas de geração da Boca, declarava: "Sempre me interessou fazer dialogar o repertório popular e o erudito".

Dividindo sua obra em uma dualidade de filmes "masculinos" e "femininos", suas personagens e suas histórias se alternam para apresentar o ponto de vista do diretor sobre sociedade, comportamento e política.

Sem medo nem pudor, Carlão fazia uso do erotismo e da nudez como recurso, muitas vezes um fetiche para expor a hipocrisia e os tabus da época. Em outras ocasiões, destacava com sua visão cosmopolita paulistana a diversidade do operariado brasileiro, na composição dessa camada na sociedade e em como ela consegue dar a volta por cima nas dificuldades do cotidiano.

Em seu escopo e com toda a liberdade autoral, sempre primaram Eros e revolução como palavras de ordem."

Dario Gularte

Filmes da sessão OLHOS LIVRES

"MURILOLENDO" De CARLOS REICHENBACH - SP

Em 1997, a TV Cultura convidou diversos diretores de cinema e artistas de outras áreas para realizarem pequenos filmes de, no máximo, três minutos dentro um projeto nominado de "Matéria Assinada", que foi veiculado semanalmente no programa METRÓPOLE. Carlos Reichenbach, munido de uma câmera Hi-8, convidou parentes e amigos para escolherem algumas frases e pequenos textos poéticos de Murilo Mendes (seu poeta preferido) e interpretá-los para a câmera. Além de ter filmado à si próprio declamando, captou imagens da nuca de sua mulher, Lygia, e o os olhos de seu poodle-toy Nikky. Editou com este material sua "viajem" pessoal ao universo lírico e místico de Mendes. O ensaio audiovisual possui as últimas imagens filmadas de dois saudosos amantes do cinema: Jairo Ferreira e Tânia Savietto. Os cineastas Joel Pizzini e Sérgio Silva integram, ao lado do filho mais novo de Reichenbach (Luis Ronaldo), o "elenco" de MURILOLENDO.

"Augustas" De Francisco Cesar Filho - SP

Na mítica Rua Augusta, em São Paulo, um jornalista em busca das respostas para suas angústias mergulha no universo da prostituição e em rituais neo-xamânicos.

FICHA TECNICA
Diretor: Francisco Cesar Filho
Duração: 83min
UF/Ano: SP/2012
Roteiro: Hilton Lacerda e José Eduardo Belmonte
Produção Executiva: Eliane Bandeira
Fotografia: Aloysio Raulino
Câmera: Aloysio Raulino
Arte: Rafael Ronconi
Som: Louis Robin
Edição: Willem Dias
Elenco: Mário Bortolotto, Caroline Abras, Ana Georgina Castro, Guta Ruiz, Maíra Chasseraux, Selma Egrei, Henrique Schafer, Juliano Cazarré e Milhem Cortaz
Contato: Francisco Cesar Filho - xikino2@uol.com.br

 

 









Mostra do Filme Livre 2011
Desenvolvimento website: Rivello.net